Neverland não não também não

domingo, 3 de setembro de 2017

Resenha de Les Innocents

Resultado de imagem para agnus dei filme]




  Também chamado de Agnus Dei, o filme fala sobre um grupo de freiras que foram violentadas durante a Segunda Guerra Mundial e tentam encontrar uma maneira de ocultar as crianças que foram frutos dessa violência. Com a ajuda de Mathilde, uma médica francesa, as freiras polonesas têm que lidar com seus traumas, concepções cristãs e o carinho inesperado pelos seus filhos.
  Comecei a ver o filme por ser boa parte em francês - língua que ando praticando por conta própria - e não tinha grandes expectativas, mas fui altamente surpreendida devido à sensibilidade da história e profundidade das personagens - destaque para Irmã Maria e Mathilde. O ritmo é um pouco mais lento que os filmes americanos que se costuma assistir no cinema, por exemplo, mas capta bastante da atenção do espectador através da boa construção da atmosfera do filme. Aliás, algo que me fez gostar bastante do longa é o fato de se passar durante o período da guerra, mas não se focar nas temáticas mais comuns que são os campos de concentração ou as batalhas. Les Innocents mostra outro lado de momentos tão trágicos para a humanidade, mostra suas consequência, apresenta outros heróis de guerra.
  Algo interessante é o fato de "agnus dei" significar Cordeiro de Deus, o que remete à pureza das crianças que, afinal, não são culpadas de terem sido originadas de algo tão brutal. A forma como a obra trata disso nos faz refletir bastante, nos faz compreender a força de superação das personagens e ficar ainda mais impressionados pelo fato de ser uma história baseada em fatos reais.
  Com excelentes atuações, bom desenvolvimento de personagens, diálogos interessantes - o diálogo sobre fé e a vida antes do convento entre Maria e Mathilde é um dos meus favoritos - e temáticas inspiradoras, Les Innocents é um excelente filme que não termina com os créditos. É o tipo de produção que nos faz querer recomendar, falar sobre, pesquisar, refletir.

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Quem sou eu

Minha foto
Universitária, leitora ávida, autora nos tempos vagos, amante das artes.
Tecnologia do Blogger.