Neverland não não também não

quinta-feira, 28 de julho de 2016

31 de novembro de 2015.




 
  Eu não posso ir mais longe que isso. Não sozinha. Sou muito fraca para tal. Paro ali, mesmo sabendo que estava no meio do caminho. Está nublado e os prédio me parecem todos horrendos. As pessoas me são apenas silhuetas: todas vazias ou preenchidas com algo além da minha compreensão. As poucas que me olham pelas suas janelas como se eu fosse um quadro que não faz sentido algum. Sento-me em um desses bancos de ponto de ônibus buscando um pouco de equilíbrio. Mas não consigo, pois que me fizeras uma desequilibrada, me levara ao limite.
  Penso apenas em você, Hugo. Eu te quero tanto... Parece-me que todos os pensamentos que não são sobre você, deveriam ser destinados a você. Um diário meu para você. De Ana para Hugo. Eu realmente queria que você se interessasse por isso, mas sei que não. Mas meu maior desejo mesmo é você, Hugo. E você não está aqui.
  Não faz tanto tempo assim desde a última vez que nos vimos, mas os tempos são outros e não é assim tão difícil mantermos contato. Parece que você não se esforça, parece que não quer. E eu sinto tanto a sua falta e das coisas que costumávamos fazer que gasto todo o meu tempo pensando em você para ver se assim esse aperto no peito diminui, mas não adianta. O que está acontecendo?
  O clima atípico para a época do ano me faz tremer e me pergunto se você não fugiu para um lugar mais confortável. Sei que você gosta do tempo assim, mas talvez quisesse estar em outra parte do mundo. E se você quisesse isso, eu iria querer também. Eu viajaria os setes mares, esperaria nas fronteiras, daria a volta ao mundo com você, mas no momento não podemos nem atravessar a rua juntos.
  Ei, Hugo, se você pode escutar meus pensamentos, por favor, me encontre. Estou no meio do caminho. Você sabe onde me encontrar. Eu te amo de todas as maneiras e quero você perto de mim.
  Fecho os olhos. Um, dois, três, quatro, cinco. Olho para os horizontes e você não está em nenhum deles. Não pode me ouvir. Você não está aqui.
 

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Quem sou eu

Minha foto
Universitária, leitora ávida, autora nos tempos vagos, amante das artes.
Tecnologia do Blogger.