Neverland não não também não

domingo, 2 de agosto de 2015

Quantos anos você tem?


 Peter Pan nunca gostou dessa pergunta. Eu nunca gostei dessa pergunta. Eu sou o Peter Pan (?).
  Ora, não sei responder. Não gosto de pensar no assunto. Apenas lembro-me de que faço treze anos de idade desde os doze, mas isso não é relevante.
  Idade é apenas um número, às vezes dois, com muito azar (ou sorte) três. Idade é dígito, é um tempo calculado que faz sentindo olhando para as estrelas, mas só se olhar com muito cuidado. Ainda assim, dar um número para um pensamento não me parece lógico.
  "Tem uma carinha de bebê", "fala como uma adulta", "esse comportamento é tão infantil", "você parece uma velha"... Estamos falando sobre a mesma pessoa? Sim, estamos. Sim, vamos rotular. Vamos dar um número. Vejamos...
  Ela gosta de clássicos: livros, filmes, música... Deve ser bem antiga, não deve conhecer o novo. Fica em casa cantando músicas que nem a avó dela gostava, decora a casa de forma estranha e se veste com roupas da mãe. Também ouvi dizer que ela gosta de caras mais velhos. Problemática, com certeza.
  Mas não está tão caindo aos pedaços assim. Acho que ela gosta um tanto dessa internet e tem uns pensamentos de "desconstrução", coisa de jovem.
  Contraditoriamente tem uma mente engraçada, nunca presta atenção plenamente nas coisas, está sempre inventando histórias, fala como uma tola com certa frequência e gosta mais de musicais e contos de fadas do que de um passeio no shopping.
  Quantos anos tem? Qual será o dígito? Acho melhor criarem um número só para ela. Na verdade, acho melhor ela pegar seu pensamento de "mudar o mundo", sua malinha parecida com a da Mary Poppins e sair voando para a Terra do Nunca. Lá foi. Até mais ver.

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Quem sou eu

Minha foto
Universitária, leitora ávida, autora nos tempos vagos, amante das artes.
Tecnologia do Blogger.